ROMPIMENTO DE ADUTORA DEIXA BAIRROS SEM ÁGUA E REPAROS DIFICULTAM TRABALHO POR CONTA DE CONSTRUÇÕES IRREGULARES, DIZ EMASA

ROMPIMENTO DE ADUTORA DEIXA BAIRROS SEM ÁGUA E REPAROS DIFICULTAM TRABALHO POR CONTA DE CONSTRUÇÕES IRREGULARES, DIZ EMASA

| Tonet | Blog
Casas construídas de forma irregular causam danos em adutora que deixa vários bairros sem água (foto: divulgação)

Tonet por Tonet

Tonet por Tonet

O rompimento de uma rede adutora de 300 milímetros no bairro Jardim Alamar, na comunidade do Gongo, em uma área de barracos e de difícil acesso, comprometeu o fornecimento de água para outras localidades da cidade. Foram afetados os bairros Novo Horizonte, Pontalzinho (parte alta), Parque São João, Castália, parte do Santos Antônio, São Roque, Monte Libano, Antique e os condomínios residências Pedro Fontes I e II e Itabuna Park.

CONSTRUÇÕES IRREGULARES

Segundo explicou o gerente técnico da EMASA (Empresa Municipal de Águas e Saneamento), João Bitencourt, a construção de moradias de forma irregular sobre a rede que rompeu dificulta o trabalho de recuperação da adutora.

“As construções irregulares sobre as redes da EMASA comprometem o serviço de reparo, quando ocorrem esses imprevistos. A rede que rompeu, abastece a Estação Elevatória do Antique, responsável por fornecer água para alguns bairros da zona norte”, ressaltou Bitencourt.

FAMÍLIAS REMOVIDAS

A Coordenadoria da Defesa Civil do Município foi mobilizada para avaliar a situação das construções irregulares cujos proprietários terão que ser removidos para o conserto da rede. Além disso, as cinco famílias proprietárias dos imóveis que estão sendo atendidas pela assistência social da EMASA serão levadas para um outro local e serão cadastradas para receber o aluguel social.

Leia também

© Copyright 2015 / 2022   |   Blog da Tonet   |   Todos os direitos reservados.
By um2Marketing

Blog da Tonet
© Copyright 2015 / 2022
Todos os direitos reservados.
By um2Marketing