FAMILIARES DE DENTISTA ATROPELADA PRESTIGIAM MANIFESTAÇÃO E PEDEM JUSTIÇA

FAMILIARES DE DENTISTA ATROPELADA PRESTIGIAM MANIFESTAÇÃO E PEDEM JUSTIÇA

| Tonet | Blog

Tonet por Tonet

Tonet por Tonet

Uma manifestação realizada nesta quarta-feira em Ilhéus contra o acidente que matou a dentista Ranitla Scaramussa Bonella contou com a presença de familiares e amigos da jovem de 23 anos, vítima de atropelamento fatal no sábado passado. O protesto culminou com um ato que homenageou Ranitla num trecho da BA-001 próximo à Faculdade de Ilhéus. O padrasto Gabriel Delani e a mãe Romênia Scaramussa que moram em Eunápolis se juntaram aos manifestantes que vestiam camisas brancas e empunhavam faixas cobrando das autoridades justiça para o motorista responsável pelo atropelamento que não prestou socorro e se evadiu do local. Também, foi criado um jardim denominado Ranitla Bonella, onde foi plantada uma muda de acácia amarela no canteiro da BA-001, em frente ao prédio onde a dentista residiu.

MOTORISTA LIBERADO

Responsável pelo atropelamento o empresário Tharciso Aguiar, divulgou uma nota e revelou que dirigia em velocidade compatível com a da pista (cujo limite é de 60km/h) quando atropelou Ranitla Bonella. Ele declarou que, ao estacionar o carro, fez telefonemas para pedir socorro, mas saiu do local por sentir-se ameaçado pelas pessoas que se dirigiram a ele com ofensas. Ele ainda se colocou à disposição da família da vítima e da autoridade policial. Ouvido pela delegada Katiana Amorim, responsável pelo caso, Tharciso prestou depoimento ao lado de dois advogados e em seguida, foi liberado.

ARRAIÁ DA CÂMARA    

Por outro lado, uma festa junina que está sendo promovida pela Câmara de Vereadores de Ilhéus marcada para acontecer nesta quinta (dia 16), no bar/restaurante onde o motorista atropelador é sócio teve repercussão negativa quando alguns dos edis sugeriram o cancelamento do evento. Para o presidente da Câmara, Jerbson Moraes, é muito complicado adiar a festa. mudar o local ou mesmo cancelar tendo em vista que “já temos toda a estrutura da festa montada. O bufê já está sendo feito, com comidas juninas, as bandas já estão compromissadas para aquela data. Não se transfere uma festa dessa forma. Outra coisa, se fosse no dia da manifestação, não, vai ser no outro dia. A gente não pode dar asas a uma interpretação que não é a verdade”, Na sua opinião, a Câmara deve dar uma resposta à sociedade, mas dentro das suas atribuições. Uma comissão parlamentar vai acompanhar o caso”, ressaltou.

Leia também

© Copyright 2015 / 2022   |   Blog da Tonet   |   Todos os direitos reservados.
By um2Marketing

Blog da Tonet
© Copyright 2015 / 2022
Todos os direitos reservados.
By um2Marketing